Uma maneira de economizar água, dinheiro e ajudar o meio ambiente é através da instalação de cisternas, reservatório que recolhe a água da chuva e a armazena para uso doméstico geral. Trata-se de um sistema de reaproveitamento de águas pluviais de baixo custo que faz a captação da água para uso em atividades secundárias, como descargas, lavagem de pisos e irrigação de plantas, podendo ser instalada em casas, apartamentos e condomínios. Da mesma maneira que reservatórios de água potável, a manutenção inclui a limpeza de cisterna a cada seis meses.

Uma cisterna pode ser construída com diferentes materiais, como fibra de vidro, alvenaria, ferrocimento ou concreto armado. Muitas são enterradas para evitar a incidência de luz solar e, por conseguinte, a proliferação de algas e outros micro-organismos. Por vezes, a acumulação de lodo e sujidade pode causar danos maiores no reservatório. A limpeza de cisterna também deve incluir a higienização das calhas e condutores que fazem a captação da água da chuva. Lembre-se que folhas, poeira e gravetos podem se acumular, dificultando o escoamento.

Passo a passo da limpeza de cisterna

A limpeza de cisterna deve ser feita preferencialmente por profissionais especializados. como se trata de ambiente confinado, o Corpo de Bombeiros alerta que a limpeza de cisterna deve ser feita com equipamentos adequados, com o uso de cadeirinha e equipamento de proteção respiratória. O técnico deve vestir equipamento de proteção individual, como macacão, óculos, luvas, máscara e botas. No geral, a limpeza de cisterna segue as mesmas etapas da higienização de uma caixa d’água.

1 – Feche o registro de entrada da cisterna;
2 – Esvazie o reservatório, deixando apenas um pouco do líquido para usar na limpeza;
3 – Separe alguns panos e água sanitária. Coloque luvas e sapatos de borracha para evitar o contato com a sujeira;
4 – Feche o expurgo do reservatório e as torneiras e com uma rolha, tampe a saída da água;
5 – Esfregue as paredes e o fundo do reservatório com panos de limpeza. Não use nenhum tipo de produto nesse processo, como detergente ou sabão em pó. Apenas retire a sujeira esfregando o pano na estrutura da caixa. Jamais use objetos afiados;
6 – Abra a saída de água e retire todo sabão com água corrente e feche a saída de água;
7 – Prepare a solução desinfetante, diluindo 1 litro de água sanitária em 5 litros de água. Esse volume é apropriado para uma caixa d’água de 1000 litros;
8 – Espalhe a solução desinfetante nas paredes e fundo da caixa d’água com uma broxa ou pano. Aguarde 30 minutos;
9 – Enxágue a cisterna com água corrente, retirando todo o resíduo do desinfetante;
10 – Abra todas as torneiras para esgotar toda a água acumulada, que servirá para desinfetar os canos;
11 – Lave a tampa e feche totalmente a caixa, anotando a data em que a limpeza foi realizada;
12 – Abra novamente o registro de entrada de água.

Limpeza de cisterna e impermeabilização

Aproveite a limpeza de cisterna para revisar as condições do reservatório, verificando se não há rachaduras e infiltrações. A impermeabilização é muito eficiente nestes casos, pois impede que a água entre em contato direto com a caixa e a faça trincar. Existem no mercado, atualmente, materiais próprios para a impermeabilização do reservatório e empresas especializados para a realização do serviço.

Bom Preço na limpeza de cisterna

Independentemente do tamanho do reservatório, o ideal é contratar uma empresa especializada em limpeza de cisterna e caixa d’água. Agende uma avaliação com os técnicos da Desentupidora em Porto Alegre Bom Preço, empresa que conta com profissionais competentes, treinados e equipados para realizar a impermeabilização e limpeza de reservatórios de água. A Bom Preço empresa diversas técnicas na limpeza e higienização de reservatórios de água, conforme sua respectiva localização, construção e material. Nossas equipes possuem treinamento de NR-33 e NR-35. Entre em contato com nosso plantão de atendimento e solicite orçamento gratuito.